Publicidade
Camaçarí / BA - 20 de Maio de 2024
Publicado em 05/05/2024 22h39

Defesa pede que motorista de Porsche seja encaminhado para "presídio dos famosos", em Tremembé

Penitenciária de Tremembé é considerada o “presídio dos famosos”, para onde são enviados os acusados em casos de grande repercussão nacional
Por: Metro 1

Defesa pede que motorista de Porsche seja encaminhado para "presídio dos famosos", em Tremembé

Foto: Reprodução/TV Globo

Por: Metro1 no dia 05 de maio de 2024 às 14:30

 

A defesa do empresário Fernando Sastre de Andrade Filho, de 24 anos, vai pedir ao juiz que ele seja enviado para a Penitenciária 2 de Tremembé, em São Paulo. A Polícia Civil foi à casa de Sastre Filho no sábado (4) para cumprir o mandado de prisão e não o encontrou. Desde então, ele é considerado foragido

Como justificativa para a solicitação, o advogado do réu, Jonas Marzagão, alega a “repercussão na mídia” do crime. Segundo ele, a defesa pretende conversar com o juiz responsável pelo processo nesta segunda, com o requerimento para que o empresário seja encaminhado para Tremembé. De acordo com o portal UOL, o advogado afirmou que o cliente "não tem condições de ir para um presídio normal".

"Então, ele [Fernando] está disposto [a se entregar], está tranquilo. (...) Então, assim, eu só quero a garantia da integridade física dele. Eu vou primeiro no fórum conversar, só para ter um lugar seguro por que eu acho que não tem condições de [o Fernando] ir para um presídio normal.".

A Penitenciária de Tremembé é considerada o “presídio dos famosos”, para onde são enviados os acusados em casos de grande repercussão nacional, como os assassinos Alexandre Nardoni, Cristian Cravinhos, Limdemberg Alves, Gil Rugai e Roger Abdelmassih, além do ex-jogador Robson de Souza, o Robinho, condenado por estupro.

O caso:

Sastre Filho dirigia um Porsche Carrera acima do limite de velocidade na Zona Leste de São Paulo, em 31 de março, quando bateu em um Renault Sandero e matou o motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana. Depois que o mandado de prisão foi expedido pela Justiça, agentes foram até a residência do empresário. Os policiais ficaram lá por alguns minutos e subiram ao apartamento, mas voltaram à delegacia sem o procurado.

Comente essa notícia